LIVRANDO DA CULPA

Muitos são os sentimentos que nos paralisam e roubam nosso propósito. A culpa é um deles, que geram outros sentimentos perturbadores, como o remorso, insegurança, medo, angústia, decepção, raiva, frustação… Todos esses sentimentos são acompanhados de pensamentos negativos.

Não podemos esquecer que o nosso “auto julgamento” sempre tende a falhar. Você já se deparou formando uma opinião a respeito de alguém antes de realmente conhecê-lo? Ou que alguém te julgou antes de te conhecer?

Nosso senso de justiça é falho, por sermos limitados como seres humanos. A bíblia diz: “Todos nós nos tornamos impuros, todas as nossas JUSTIÇAS são como trapos sujos. Is 64:6”.  Assim também acontece quando temos o auto julgamento sobre nossos próprios atos. Colocamos, ás vezes peso além do que possamos carregar.

A CULPA (responsabilidade por dano), pode ser por causa de uma escolha errada, por não ter feito algo que deveria. Também uma atitude sem pensar na hora da raiva, por achar que deveria ter feito mais por alguém, como por exemplo o suicídio, por um acidente… São várias situações que podem ter gerado esse sentimento que destrói, muitas vezes silenciosamente, trazendo insegurança, desvalorização, sensação de ser indigno, não merecedor…

Deus realmente pode perdoar essa culpa que carrego?

O Senhor não nos castiga como merecemos, nem nos paga de acordo com os nossos pecados e maldades. Assim como é grande a distância entre o céu e a terra, assim é grande o seu amor por aqueles que o temem.
Salmos 103:10-11 

Mas, se confessarmos os nossos pecados a Deus, ele cumprirá a sua promessa e fará o que é correto: ele perdoará os nossos pecados e nos limpará de toda maldade. I João 1:9 

Nele, temos a redenção, o perdão dos nossos pecados pelo seu sangue, segundo as riquezas da graça de Deus… Efésios 1:7 

Deus entrou em provisão em relação a culpa, por meio de substituição. Entregou seu filho Jesus Cristo, que através da morte na cruz, pagou qualquer nível de delito e qualquer nível de culpa que você possa imaginar.

Deus perdoou todos os nossos pecados e anulou a conta da nossa dívida, com os seus regulamentos que nós éramos obrigados a obedecer. Ele acabou com essa conta, pregando-a na cruz.
Colossenses 2:13b – 14

Não carregue mais esse sentimento que tem te destruído. Você já parou para pensar quantas pessoas estão presas em presídios em todo país, que já cumpriram suas penas, mas por não terem advogados estão aprisionadas mesmo podendo estar livres?

Assim acontece com muitos dessa geração, Jesus (nosso advogado) já livrou de toda condenação, mas ainda muitos estão se autocondenando! Deus, o Justo Juiz, ao invés da punição, nos libera seu perdão através do seu grande amor por meio do seu filho! Esse foi o propósito de Jesus, pegar nossa carga (culpa) pesada e colocar sobre nós a sua carga leve. (Mateus 11:28-30)

Foi assim que aconteceu com a mulher pega em adultério. Os religiosos com pedras perguntam para Jesus:

Eles disseram: — Mestre, esta mulher foi apanhada no ato de adultério. De acordo com a Lei que Moisés nos deu, as mulheres adúlteras devem ser mortas a pedradas. Mas o senhor, o que é que diz sobre isso? João 8:4-5

Mas Jesus pergunta para eles “quem estiver sem pecado, que seja o primeiro a atirar uma pedra.” Naquele momento, todos jogaram as pedras no chão e foram embora. Se essa história acabasse nesse momento, talvez essa mulher, mesmo não sendo morta por seu pecado, viveria sempre com o peso da culpa. Mas Jesus surpreende com essa afirmação:

Mulher, onde estão eles? Não ficou ninguém para condenar você? — Ninguém, senhor! — respondeu ela. Jesus disse: — Pois eu também não condeno você. Vá e não peque mais! João 8:10-11

É a mesma palavra que o Senhor libera sobre sua vida. NEM EU TE CONDENO! Não fique mais preso a nenhuma situação de culpa, foi para isso que Cristo nos libertou, para que sejamos LIVRES E LEVES.

Anderson Ligado

Que sejamos livres!

“Deus vê o nosso futuro, e ELE sabe que será brilhante e poderoso…

E como é bom quando nós acreditamos nEle!”

Anderson Ligado